quinta-feira, abril 30, 2009

Amália Hoje...



"Gaivota"

"Se uma gaivota viesse
trazer-me o céu de Lisboa
no desenho que fizesse,
nesse céu onde o olhar
é uma asa que não voa,
esmorece e cai no mar.

Que perfeito coração
no meu peito bateria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde cabia
perfeito o meu coração.

Se um português marinheiro,
dos sete mares andarilho,
fosse quem sabe o primeiro
a contar-me o que inventasse,
se um olhar de novo brilho
no meu olhar se enlaçasse

Que perfeito coração
morreria no meu peito,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde perfeito
bateu o meu coração."

Alexandre O'Neill

Para ti...

5 Comments:

Blogger pinguim said...

Lindo! Diferente!!!!!

30 abril, 2009 08:20  
Blogger Socrates daSilva said...

Lindo, lindo, lindo...

Gostei desta versão!
Bjs

30 abril, 2009 10:16  
Blogger free_soul said...

As gaivotas voam no alto pousam por aqui perto de nós e de vez em quando assuntam-se mas voltam a pousar!!!
Beijo

30 abril, 2009 11:07  
Blogger catarina said...

Esta Gaivota e o Barco Negro, ambos os temas interpretados só e apenas pela Amália, são os únicos fados que eu consigo e gosto de ouvir.

30 abril, 2009 16:08  
Blogger Cátia said...

Também gostei... muito. Se bem que mentalmente a versão que ainda oiço é a da Paula Oliveira e do Bernardo Moreira. Que é... brilhante.

Beijinho, menina.
:P

01 maio, 2009 01:48  

Enviar um comentário

<< Home