sexta-feira, janeiro 15, 2010

Corre o rio para o mar...



Pronúncia do Norte

"Há um prenúncio de morte
Lá do fundo de onde eu venho
Os antigos chamam-lhe renho
Novos ricos são má sorte

É a pronúncia do Norte
Os tontos chamam-lhe torpe

Hemisfério fraco outro forte
Meio-dia não sejas triste
A bússula não sei se existe
E o plano talvez aborte

Nem guerra, bairro ou corte
É a pronúncia do Norte

Não tenho barqueiro nem hei-de remar
Procuro caminhos novos para andar
Tolheste os ramos onde pousavam
Da Geada as pérolas as fontes secaram

Corre um rio para o mar
E há um prenúncio de morte

E as teias que vidram nas janelas
esperam um barco parecido com elas
Não tenho barqueiro nem hei-de remar
Procuro caminhos novos para andar

E é a pronúncia do Norte
Corre um rio para o mar"

Tóli César Machado

Viagem de carro com esta música que já não ouvia há tantos anos e que adorava, senti o mesmo gostar de há anos... Realmente existem coisas que não mudam assim tanto... Ainda bem...

3 Comments:

Blogger pinguim said...

As músicas não mudam nada; a nossa disposição de as captar é que vai mudando. ou talvez não, nalguns casos...

15 janeiro, 2010 21:56  
Blogger free_soul said...

Muito poucas coisas...na maioria mudam os tempos e mudamos nós ao ve-las ou ouvi-las...mas há momentos assim em que nos parece que o tempo não passou!!!
Um beijo

16 janeiro, 2010 13:22  
Blogger Socrates daSilva said...

O que eu curti esta música na altura. Salienta muito à maneira deste grupo, o estilo do pessoal do norte. O bom pessoal...
Bjs

19 janeiro, 2010 17:54  

Enviar um comentário

<< Home